DIGNOW

dd25481f-20bb-4f62-8de5-5ff4a655050c

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Psicodelia pós ye ye ye

Vanusa, lançado em 1969, Atômico Platônico é uma das faixas composta por Jean Garfunkel e Fernandes que passou despercebida do grande público.
Frente ao seu tempo, o disco não foi entendido pela crítica da época e foi massacrado pelos chamados "especialistas em boa música", assim como aconteceu com Ronnie Von quando lançou no mesmo ano o emblemático álbum psicodélico, hoje reverenciado por todos.
No caso de Vanusa, que no ano anterior já tinha colocado o pé na psicodelia com a música "Mundo Colorido", de sua própria autoria, o trabalho começa a ser reconhecido, tanto que o disco já foi relançado em CD.
Vale destacar que, neste disco, apenas a faixa "O que é meu é teu" composta pelo cantor Silvio Brito - obteve relativo sucesso.
Outro destaque é a capa, assinada por Tebaldo, onde a cantora aparece em foto tremida, meio desfocada, com cores embaralhadas, para dar a impressão de movimento, forjando uma imagem psicodélica.
O LP foi produzido por Osmar Daumerie e teve arranjos do maestro Portinho, com direção artística de Alfredo Corleto e coordenação artística do cantor e compositor Fábio, namorado da cantora na época, e que tem em seu currículo a psicodélica "Lindo Sonho Delirante - LSD", de 1968.Confira a letra de Atômico Platônico:
Meu coração explodiu de saudade
Sob os efeitos da radioatividade
Eu fiquei a chorar, a chorar...
Procurando encontrar
Numa explosão nuclear
O meu amor, o meu amor...
Atômico, platônico... (2x)
Busquei nas estrelas
Outras formas de sonhar,
Busquei na imensidão
O seu doce e meigo olhar...
Atômico, platônico... (3x)
Meu coração já se desintegrou
Nessa cruel triste guerra de amor...
Atômico, platônico... (5 x)

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

DEUCIMAR AMARELOU ?




O tão ativo e moralista vereador Deucimar Silva já muda seu discurso na colenda.

Antes seria o capitão nascimeto de Cuiabá.A câmara iria ter alguém austero no comando da casa.

Deucimar alega que não fará caça as bruxas.

Em outras palavras, fica como está.

Afinal , era só jogo para a torcida

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Jupiter Maçã Raridade da psicodelia brasileira

Trecho de clipe clássico do Júpiter Maçã. 'As Tortas e As Cucas', dirigido por Alex Sernambi, em 1998. Recuperado de uma fita U-MATIC, perdida por aí. Clipe resgatado na época do N TV - o programa da Ipanema FM na BAND RS. Material encontrado

Pacotão do "Galinho"






Wilson Santos anuncia que seu "pacotão" social, são doze ações com PRIORIDADE ZERO em sua gestão.
Dentro das 12 maravilhas da prefeitura "Galinho" alardea que mais de 30% das escolas municipais será de período integral.
"Galinho" só não informou aos desavisados que esse integral os pais ou responsáveis pelo educando, igual não poderá fazer outra atividade pois o "integral "da prefeitura, a criança vai a escola pela manhã, retorna para casa as 11:00hs retorna a escola as 14:00hs e volta para casa as 16:00.
Resumindo não auxilia de forma alguma a vida de pais que trabalham.
Por quê "galinho" não coloca uma escola de turno integral de verdade?

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Fim de noite



A noite abraça-me fria na calada da alta madrugada.

Estou só, a lua é minha confidente.

O infinito parece a cada instante mais próximo das minhas mãos.

Meus sonhos, meus temores e incertezas afogam minha alma;

sufocam meus gritos.

Esse duelo noturno acompanha-me até o amanhecer;

não tenho sono, não tenho insônia.

Estou sóbrio, embriagado de tédio e angústias indefinidas.

Quando o sol pedir licença, retirar-me-ei deste palco;

esperarei novamente meu ato.

A vida é uma tristeza quase absoluta; rotinas cíclicas, infinitas.

Trabalhos intermináveis.

Todas as manhãs, milhões de seres, em marcha fúnebre, dirigem-se às paradas dessas grandes cidades.

Aglomeram-se, atrolham-se em pequenos espaços.

Sono nos rostos, tristeza nos pensamentos.

Qual o objetivo disso?

Onde isso levará?

Que fim encontraremos para além dessa vida?

Semanas inteiras passadas em branco à espera do fim de semana.

Não é o tempo que estamos matando, é a nossa vida que está morrendo.

Não vislumbramos os jardins, tampouco nossos parentes.

Pensamentos a mil, vidas a dez.

Estamos destinados a envelhecer,e, a beira da morte, compreender que tudo aquilo que passamos, passamos em vão.

Será tarde, o tempo é imutável, o fim não.

Viver o agora, é mais do que viver o presente, é garantir vida no futuro.

E mais uma vez o sol expulsa-me.

Voltarei ao meu ciclo noturno e esquecerei dos sentimentos sentidos quando não estava em posse de minha razão.
(André Guerra)

domingo, 25 de janeiro de 2009

New York Times falir ?



O New York Times após a badalada inauguração do seu prédio de 57 andares na rua 42 de Manhattan,navega pelos turbulentos mares da crise mundial.
Ventila-se falência ou a venda do grupo que está nas mãos da família Sulzberger desde sua fundação.
Mas se alguém emprestar a bagatela de 225 milhões; a fábrica de estórias sobrevive.
Se o times falir quem irá fazer o agendamento de mentiras no mundo?

MODALIDADES

KBÇÓIDES POÉTICOS